Boa tarde, hoje é 30 de novembro de 2020, seja bem vindo!


BUSCA:  


NO AR!
Região


Entrevistas com abordagem inteligente sobre assuntos da atualidade e da região, com convidados formadores de opinião.

A SUA NOTÍCIA

VER TODAS ENVIE SUA NOTÍCIA
 
NOTÍCIAS

12/09/2019 | Jornal do Dia
Júri popular do Caso Foguinho é marcado para abril de 2020, em Mogi Guaçu
Cristiany Boratto publicou a informação nas redes sociais. Ela estava no carro das vítimas no dia do acidente. (Foto: Reprodução/ Redes Sociais)

A justiça definiu que o julgamento do caso Foguinho será em abril de 2020, em Mogi Guaçu, por meio de júri popular. A informação foi publicada por Cristiany Boratto, que estava no carro das vítimas do acidente e confirmada peo filho de Foguinho. Em 2014, a justiça já havia determinado a realização de um júri popular, mas nenhuma previsão de data havia sido divulgada.


Serão submetidos ao júri os empresários Paulo Eduardo Bittencourt Noronha e André Tonizza Sanchez. Eles são acusados de terem causado a morte do técnico de futsal José Carlos Chessa Luis, conhecido como Foguinho, e da jogadora Paloma Heloísa dos Reis.


Segundo a Polícia, os empresários dirigiam embriagados e disputavam um racha quando atingiram o carro das vítimas. O acidente aconteceu em julho de 2013, em São João da Boa Vista.


 


JÚRI EM MOGI GUAÇU


Em abril de 2018, os advogados de defesa dos empresários entraram com um pedido para que o julgamento fosse transferido para Mogi Guaçu. Eles justificaram que o caso ganhou muita repercussão em São João da Boa Vista e que isso poderia influenciar o “ânimo dos jurados”, afetando a imparcialidade do processo.


A justiça concordou que haveria grande risco de a imparcialidade ser afetada e decidiu transferir o júri para Mogi Guaçu.


 


RELEMBRE O ACIDENTE


José Carlos Chessa Luis, conhecido como Foguinho, e Paloma Heloísa dos Reis saiam de um show da EAPIC em em 13 de julho de 2013, quando sofreram o acidente. Foguinho morreu na hora e Paloma, 15 horas depois. Também estava no carro a técnica de futsal Cristiany Boratto, que sobreviveu.


Segundo a Polícia, as vítimas seguiam de carro pela SP-342, entre São João da Boa Vista e Aguaí, quando foram atingidos pelo veículo de André Tonizza Sanchez, que estava a 170 km/h.


Ainda de acordo com a Polícia, Sanchez disputava um racha com o também empresário Paulo Eduardo Bittencourt Noronha e ambos estavam embriagados.


Na época, os dois foram presos, mas, seis meses depois, conseguiram um habeas corpus e estão em liberdade desde então.  

VOLTAR





     

Papo de Cozinha
COMO SURGIU O JARDIM DE INVERNO
ASSISTA AGORA!
Papo de Cozinha
COMO RECEBER VISITAS SEM PRECISAR COZINHAR
ASSISTA AGORA!

  DESTAQUES DA SEMANA  
 

Santa Missa
Aos domingos, exibição do rito católico em caráter regional, num momento de fé e reflexão.

União Sertaneja
Música de raiz e boa prosa sobre o universo sertanejo com participações especiais.

Máquina do Tempo
Reveja os melhores hits da década de 60 aos anos 2000.

Amor de Mãe
Milhares de dúvidas diárias surgem quando o assunto é a criação e educação de um filho.


 


TV UNIÃO - Fundação União de Comunicação | DIREITOS RESERVADOS
Av. Dr. Oscar Pirajá Martins, 396 - 3º andar | CEP 13874-901 - São João da Boa Vista-SP
Fone: (19) 3623-5853 | E-mail: [email protected]